quarta-feira, julho 29, 2015
Eduardo Cunha e o petismo facebookiano
Erick Vasconcelos / 7:06 PM
A fama do Eduardo Cunha só mostra como esse país é um pasto. O povão que dá opinião sobre política é tão domesticado que no minuto que é eleito um cara para a presidência da Câmara que não esteja na coleira do Planalto, vira alvoroço. É como se a ordem natural das coisas tivesse sido abolida, a gravidade foi destruída, cima é baixo, esquerda é direita, versões do mundo Bizarro das pessoas começam a invadir o universo. Foi exatamente a mesma coisa quando o Severino Cavalcanti foi eleito no primeiro mandato do Lula. Ninguém acreditava e o petismo ficou revoltado. Na época, porém, o Petismo Organizado não tinha o Facebook pra ficar chorando o dia todo. Sua Malvadeza Eduardo Cunha é tão ruim, tão ruim que os poderes dele se limitam a priorizar quais projetos vão pra votação. Uma tragédia. O petismo não suportará essa manifestação de poder discricionário.